24 de março de 2008

NUNCA COMI NINGUÉM POR ISSO MESMO!


Na época de cursinho - que foi a 3 anos atrás - eu tinha um professor de matemática que dizia uma coisa muito certa " tudo muda, até a surda muda".
E é verdade.
Bem, vocês pessoas que lêem frequentemente isso aqui [sei lá 5?], tenho uma comunicado a fazer: - Renego aos meus propósitos todos!
Eu li um livro recentemente "Como me tornei estúpido", 'tá eu sei pode parecer com esse título ser um livro pretencioso, metido e pedante, mas na verdade não é, ao menos eu não achei. Fazendo um paralelo entre mim e Antoine [ o protagonista], percebo que tenho tentado nesses meus anos todos de consciência [ sei lá 5?] NÃO ser estúpida. Inventei até fazer faculdade de filosofia, mas para ratificar a célebre, banal e chata de ouvir frase de Sócrates "só sei que nada sei" e resolvi fazer a mesma coisa que o Antoine.
De ante-mão vos digo que realmente não me acho inteligente, sério mesmo e não há nenhuma falsa modéstia nisso. Porém de fato, eu tenho uma maldita mania em querer saber quem sou, pra onde vou, as coisas que me cercam e esse bando de merda que não leva ninguém a nada.
E aí desisti de querer saber, na moral.
Hoje em mim, acabou aquela história de me sentir mais iluminada que os outros por saber mais de Schopenhauer que o recepcionista do meu trabalho. E daí que eu sei mais? Ele é mais feliz que eu mesmo! Aposto que ele sabe nomear o que sente, que quando perguntam a ele como ele vai, somente oscila entre um "bem", "mal", ou um "mais ou menos", não encara cada "como vai você" como uma pergunta inquisidora e acho que nunca respondeu "vei, sabe que eu não sei?".
Então, enfim, como eu já tinha dito antes, não me acho muito inteligente então será facílima essa minha entrega a esse mundo consumista-alienado e essas coisas todas que os alunos de CISO orgulham-se em não fazer parte.
Todavia, como eu disse no começo, tudo muda e pode ser que eu acabe renegando a tudo isso que eu estou falando agora.
Mas sei lá, cansei. Cansei de tentar ficar fora do mundo, não temo como ele acaba te engolindo! Eu pareço as vezes um cachorro correndo atrás do próprio rabo, rodopiando sem sair do lugar, e pior, sabendo disso!
Decidi que vou viver na extrema superficialidade agora. Não faço mais questão de comer do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal! Prefiro correr pelo Éden.
[fofo isso né? relaxem não vou virar evangélica]

já falei besteira demais.

Beigosevivam!

3 comentários:

  1. Rapaz, eu sei que na extrema, estrema superficialidade vc não vai conseguir não, hehehehe.Quem nasceu pra pedra, não vira isopor não...
    E isso é bom. E agora você vai se divertir ainda mais, eu sei!

    Agora esse negócio de correr pelo Éden não me faz lembrar de evangélico não...kkkkkkkkk

    bjmeliga 9literalmente, hehehehe)

    ResponderExcluir
  2. eu costumo assistir uns 10 episódios dessas series americans quando eu to com insonia. ficar pensando no sentido da vida não leva a nada.

    a bíblia é que tava certa, eva não tinha que comer aquela maçã.

    ResponderExcluir
  3. Eu também mudei bastante a maneira como encaro meu conhecimento. Hoje aproveito muito mais o que leio e estudo. E também fiquei menos pretencioso; percebi que quando eu me achava sábio, na verdade nunca havia de fato compreendido nada do que lia. Estou até mais curioso, só que uma curiosidade serena e mais sincera. Forte abraço

    ResponderExcluir

e o que você tem a dizer????