25 de abril de 2008

Homem Fêmea.

Pessoas do meu Brasil Varonil, falar nisso o que quer dizer Brasil Varonil? 'Pere ae.
varonil :adj. 2 gén., relativo a varão ou próprio de varão; viril; enérgico; heróico.

Hehe, ui meu Brasil.

Engraçado, nem sabia mesmo que o Brasil era tão viril, másculo e transpirasse tanta testosterona por ae. Mais engraçado é falar do que ia falar e começar assim sem querer.

Estou lendo A casa dos budas ditosos de João Ubaldo Ribeiro, o cara q faz parte do seleto grupo de baianos que me dá orgulho de ser daqui, seletíssissimo eu diria - inclui-se também, Castro Alves, Caetano, minha mãe e meu pai, é acho que só, não gosto de Jorge Amado, talvez um dia - pois então.
O livro eu diria que ao folheá-lo você sente aquele cheiro de volúpia sabe? Nem li outras críticas sobre ele então a minha é totalmente isenta de qualquer influência. O livro é bom "pá porra", claro que um livro que fale sacanagem em quase todas as páginas, vamos dizer a verdade, a gente já olha com um olhar diferenciado, mas o caso é que é muito bem escrito.

É contado em primeira pessoa, uma senhora de 70 anos que narra sua vida sexual por completo, uma vida sexual bastante... atribulada, eu diria, hehe. Uma verdadeira "homem fêmea" como ela mesmo se intitula. Quer saber o que é homem fêmea? Vai ler, oras!


Apesar do João dizer que foi um depoimento narrado em fitas cassetes e tudo mais, acho que pelo modo que foi escrito, pelo jeito e como sou uma leitora frequente do João, acho que foi ele que escreveu tudo mesmo. Já vi uma entrevista do João e ele escreve exatamente como fala, ele começa falando de uma coisa entra em outra, passa um tempão falando dessa outra, e depois retoma o que estava falando no começo. Deve ter um nome específico para isso, se vocês souberem me diz ae depois. E o livro é bem assim, e acho que ai que se encontra a riqueza, não é só um livro vulgar de putaria. É um livro de putaria, com palavras marginalizadas, mas antes de tudo, como eu costumo dizer, é um livro necessário. Ele não deixa que caia na vulgaridade, simplesmente trata coisas normais como coisas normais, sentimentos normais, como sentimentos normais. E nada desse obscurantismo medieval que a gente ainda vive, e digo mulheres e homens também.

Mas enfim, não vou falar mais nada não para não me comprometer, haha.

Fica a dica e aposto que vocês leêm em dois dias, aposto.

Beigos.

7 comentários:

  1. já li, já.
    xD

    hehe!



    sacaniiiiiiiiiinhaaa

    ResponderExcluir
  2. tem pra download?



    vc desgosta de gil?

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo, tem para download sim, coloca no google " casa dos budas ditosos ebook" q cê acha.

    AAA e sobre gil? Acho um saco.

    ResponderExcluir
  5. Bah .... mais um livro pra ler esse ano .... tipo, .... sei lá ....



    Mas acho que conheço pessoas que leram e acharam, no mpiniomo, intreressante!

    Beijos!!!!

    ResponderExcluir
  6. um hum. dizer o q? n lí e n sei se vou ler tão cedo.

    =)

    ResponderExcluir
  7. é

    eu até vou ler

    (kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk)

    beijo

    ResponderExcluir

e o que você tem a dizer????